17 de set de 2012

The Crazy World of Arthur Brown

Performance ritual e experimentalismo bizarro

Banda inglesa formada em 1967 pelo cantor Arthur Brown, que durou cerca de dois anos até terminar em 1969. 


The Crazy world of Arthur Brown - 1968

Dois de seus ex-integrante vieram posteriormente ajudar a compor o Atomic Rooster, grupo expoente do heavy psych e occult rock.



Lançaram apenas um disco em 1968, igualmente intitulado The Crazy World of Arthur Brown. Era um álbum conceitual produzido por Kit Lambert, também produtor do álbum Tommy do The Who.



O conceito do álbum gira em torno das questões da individualidadeda consciência do si mesmo, das muitas facetas que uma personalidade pode assumir e das escolhas entre polaridades positivas e negativas.


Arthur e sua trupe

Daí vem toda a ideia das máscaras e do teatro. Uma ideia praticamente original dentro do rock, que veio a influenciar David Bowie, Alice Cooper, Kiss, King Diamond e inúmeros outros adeptos da pintura facial e/ou corporal aliada ao teatro e performance.



Outro ponto interessante a ser mostrado é que, apesar de muito parecer, Arthur Brown não era um ocultista, nem um satanista, como vários afirmam.


Mas sua estética influenciou e foi influenciada pela nascente onda progressiva-heavy-psicodélica de fins dos anos 60 e da retomada de estéticas religiosas primitivas.



O LP teve um único sucesso comercial: a canção Fire. Porém, o disco inteiro é merecedor dos primeiros lugares de todas as paradas. 

No entanto, todos nós sabemos que esta decaída ao Limbo é algo comum de acontecer com álbuns tão sofisticados.



Durante os anos 70, Arthur Brown gravou outros LP's em companhia da banda Kingdom Come e atualmente continua lançando discos e demais projetos.


Kingdom Come - Kingdom Come (1972)

Fontes
God of the Hell Fire - ao que parece é o site oficial do cantor
It's Psychedelic Baby Magazine - excelente entrevista com Arthur Brown 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics